Em entrevista coletiva realizada nessa sexta-feira (13), nas dependências do Shopping Park Europeu, o presidente do Blumenau Esporte Clube – BEC, Wanderlei Laureth, apresentou oficialmente o ex-jogador Viton, para comandar o time de cima, além de Wender Lopes que vai trabalhar com as categorias de base do clube.

O treinador da base traz experiência do futebol amador da cidade e região, com foco em projetos sociais, além de buscar conhecimentos diversos na área.  Ele recebeu com alegria a sua primeira oportunidade para trabalhar num time profissional.

O experiente Viton acredita que possa formar uma boa equipe com talentos da região, que estão à procura de uma oportunidade no futebol.   “Assumo uma responsabilidade enorme, tão importante como a do presidente do clube. Sei que o técnico pode levar uma equipe a glória ou a decadência”, afirma.

Perguntado ao novo treinador, se acaso ele tem em mente, os três nomes acima de 23 anos que vão formar o elenco. O treinador disse que é natural pensar em alguns jogadores quando chega uma proposta de trabalho. “Espero a vinda do gerente de futebol, para conversar juntamente com a direção, inclusive sobre nível salarial de contratação”, explica.

Viton falou da satisfação em receber a oportunidade e se mostrou convicto com o novo desafio que terá pela frente. “Confio na minha experiência de ex-jogador, gerente de futebol e auxiliar técnico. “O mais complicado é incutir na cabeça dos jogadores a maneira de jogar e não as várias opções de esquemas para jogar, revela.

O presidente Laureth aproveitou a oportunidade e garantiu a permanência do novo técnico até o final do seu mandato em 2020. “Palavra de presidente! Viton será mantido, mesmo que venha a perder três partidas seguidas”, reforçou.

Laureth também disse que o BEC está aberto a novas parcerias com times do futebol amador da cidade. “Queremos dar oportunidade a jogadores que não tiveram chance em outros times profissionais”, enfatiza.

Sobre referências no futebol que se espelha o novo técnico do BEC, estão os nomes de Guardiola, Tite e até mesmo o seu ex-treinador Celso Roth. Viton já adiantou que sua equipe jogará com 70 por cento de posse da bola. E manda um recado para os garotos que almejam entrar para o clube.

“O atleta com vontade e propósito terá lugar no time, cabe a nós”. Se referindo ao trabalho em conjunto com Wender Lopes, “motivar os novos jogadores, com exemplos e demonstrações, mesmo que ele tenha problema extracampo, que pode ser comum na idade”, explica.

O presidente afirmou que o BEC deverá contar com serviço de assistência psicológica para ajudar os novos garotos que passarem pela “Peneira” de avaliação, a partir desse sábado (15) na AMABA – Associação dos Moradores e Amigos do Badenfurt.

O técnico da base Wender Lopes fala sobre a oportunidade que recebeu e promete honrar camisa do BEC

O treinador das categorias da base aceitou o desafio, para realizar um antigo sonho que era trabalhar num time profissional.  “Gostei da proposta do BEC porquê vai dar oportunidades a todos”. Mas alerta aos jogadores interessados, que a base é formada por disciplina, determinação e vontade. No entanto garante ao jogador dedicado que vai ‘colher os frutos’ lá na frente. Ele fala que apesar do importante compromisso assumido está pronto para encarar o desafio.

Ao final da coletiva Viton relembrou o resultado de 2013, quando a arbitragem favoreceu a equipe do Lages e o BEC não conseguiu o acesso à segunda divisão. Ele conta que o resultado também prejudicou sua carreira profissional. Mas que agora poderá ser diferente e promete realizar uma boa campanha com o clube. “Vou trabalhar com empenho para ouvir o grito de alegria da torcida que ficou engasgado na garganta em 2013”, sorri!

Fonte: Assessoria de imprensa BEC – Julio Pollhein – SC00986-JP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.